Novos Hábitos: Meditação (App Meditopia)

Olá, pessoas, tudo bem? Espero que esteja tudo bem por aí e que vocês estejam se cuidando!

Ainda um pouco na onda de pandemia e tudo o mais (talvez os próximos posts todos tenham alguma relação com isso), resolvi compartilhar com vocês um pouco da minha saga com a meditação.

Não é de hoje que vejo e leio conteúdos que abordam as vantagens da meditação. Também conheço algumas pessoas que já me contaram suas experiências e algumas mudanças positivas que tiveram na vida com esse hábito. Então, depois de muito sofrer de ansiedade, de tentar tratamentos e tal, eu resolvi tentar.

Antes de começar, gostaria de fazer uma introdução básica sobre a meditação, caso alguém não saiba o que é:

meditação é uma técnica que desenvolve habilidades como a concentração, tranquilidade e o foco no presente. Trata-se de uma prática ancestral, com raízes na sociedade oriental.

Fonte: Minha vida.

Como tudo começou

A minha saga com a meditação começou em 2018. Testei os mais variados tipos de aplicativos que vocês podem imaginar, com certeza foram pelo menos 10 ou mais, e nenhum “me prendeu”. Nenhum “me convenceu” de suas vantagens. Alguns nem consegui testar porque era obrigatório a assinatura pra funcionar. Eu não estava disposta a pagar por algo que eu nem sabia se funcionaria. Então desisti.

Um tempo depois, uma amiga comentou que estava conseguindo meditar com uns vídeos no youtube, que se sentia muito melhor (não recordo qual era o problema dela na época, talvez stress ou ansiedade). Resolvi tentar de novo. Tentei vários vídeos. Não consegui. Sempre tinha algum defeito que me fazia desistir, tipo: longo demais, voz da pessoa é chata, a música de fundo não combina, qualidade ruim da gravação de áudio e por aí vai. Desisti.

Em agosto do ano passado passei em um Programa de Doutorado e desde então venho cumprindo as disciplinas obrigatórias do programa. Entrei para um programa em uma área que não tenho domínio, pois não tenho a base inicial da Administração (pois sou formada em Comunicação e mestrado em Turismo), então percebi que o primeiro um ano e meio do doutorado ia ser muito sofrido, pois teria que estudar muito pra conseguir acompanhar meus colegas. Além disso, a carga de leitura das disciplinas é muito maior do que eu estava acostumada no Mestrado (isso que eu gosto de ler! rs).

Logo as leituras começaram a se acumular, os trabalhos aumentando cada vez mais a complexidade e eu tentando correr atrás do conteúdo que eu não tinha conhecimento. Logo o stress veio, com ele o cansaço e o desespero (por sorte, sem crises de ansiedade). Aí eu percebi que precisava de algo pra me ajudar a manter o foco e principalmente a sanidade mental. Nisso, lembrei da meditação.

Resolvi buscar aplicativos de novo pra tentar mais uma vez e me deparei com o Meditopia, esse app não havia aparecido nas minhas buscas passadas. (Essa publicação não é publi, eu realmente gostei do app). Resolvi tornar a meditação um hábito em dezembro de 2019. Pra ser mais exata, comecei a usar o aplicativo no dia 11 de dezembro. Demorou um pouco até eu me acostumar e criar o hábito de realmente fazer isso todos os dias, mas ainda estou aprendendo essa técnica.

Como estou aprendendo, é aí que entra o aplicativo. Achei ele muito mais funcional que os outros que testei, ele tem opções pra gente ouvir sem precisar fazer a assinatura e começou a me ajudar bastante! De lá pra cá eu falhei alguns dias pois acabei esquecendo de meditar. Mas estou tentando criar o hábito de fazer isso todo os dias, sem falta, nem que seja por 2 minutos. Estou meditando todos os dias sem falhar desde o dia 18 de março, ou seja, quase 2 meses.

Como vocês podem ver, tem dias que faço meditações mais longas e outros, mais curtas. Isso depende do meu estado de espírito do dia e qual a necessidade que tenho no momento. Inclusive, teve alguns dias que cheguei a fazer 2 meditações.

Porque eu gostei do aplicativo Meditopia:

  • Prático de mexer, você encontra as meditações facilmente;
  • Ele te envia avisos todos os dias pra te lembrar de meditar, na hora que você configurar;
  • Tem mais de 10 opções de meditações gratuitas (são mais, mas eu nunca contei);
  • De tempos em tempos eles liberam novas meditações e bloqueiam outras;
  • Por um tempo eu conseguia ouvir as Meditações Diárias (que são publicadas novas todos os dias);
  • Eles mandam todo dia de manhã uma Inspiração Diária;
  • Mostra quantos dias você meditou;
  • Mostra a quantidade de minutos meditados;
  • Mostra quantos dias seguidos você está meditando;
  • Tem desafios para você pegar o hábito da meditação (tipo: medite por 5 dias, medite por 15 dias…);

Vale lembrar que esses itens acima são baseados na época que eu ainda não era assinante do aplicativo. Faz mais ou menos 2 semanas que resolvi virar premium e fiz uma assinatura anual, para poder fazer todas as meditações do app.

Mas acredito que o mais interessante pra maioria das pessoas é: tá, mas quais benefícios você percebeu em tão pouco tempo?

  • Foco
  • Autocontrole
  • Melhora no sono
  • Menos ansidade
  • Autoconhecimento

Como comentei, sou uma pessoa muito ansiosa e as técnicas de respiração que estão presentes em praticamente todas as meditações do app me auxiliaram a controlar a ansiedade por meio da respiração. Para quem não sabe, normalmente as crises de ansiedade duram 90 segundos, se você não aprender a controlar, esses 90 segundos entram em um loop sem fim até você conseguir recuperar seu controle. Focar na respiração faz você esquecer o motivo de estar ansiosa e quebra o loop após os primeiros 90 segundos.

Consigo ter um foco maior nas coisas que preciso fazer. Ainda procrastino? Claro que sim, sou ser humano. Mas quando medito logo pela manhã consigo trazer mais clareza para o meu dia e com isso,  aumentar o foco e produtividade. Consigo também controlar um pouco meu stress, novamente por meio das técnicas de respiração. E comecei a me conhecer melhor e saber o que funciona e não funciona em determinadas áreas da minha vida. Acredito que no longo prazo, os benefícios ficarão ainda mais nítidos.

E também é legal acordar todos os dias com uma mensagem legal e/ou positiva no seu celular 🙂

Como virei assinante Premium, os amigos que baixarem o app pelo “meu” link, ganham 1 mês gratuito para teste do Premium. Lembrando que não é publi, podem usar tranquilamente, porque eu testei e gostei, por isso estou indicando. O nome do App é Meditopia, e se quiser esse um mês, basta clicar aqui.

Espero que tenham gostado! Agora me contem, vocês tem o hábito de meditar?

Beijos e se puderem, fiquem em casa! 🙂

Home Office, e agora?

Olá, pessoas, tudo bem?

Percebi que alguns amigos estão tendo dificuldades com o Home Office e resolvi fazer essa postagem para tentar ajudar eles e quem mais possa estar passando pelo mesmo problema.

Eu trabalho de casa a quase 3 anos já, algumas coisas acabo fazendo no escritório ou na rua, quando estamos em coleta de dados, mas 90% do meu trabalho é feito totalmente remoto.

Por conta disso, com o tempo fui (e ainda estou) melhorando meu “escritório” para conseguir deixar meu dia a dia de trabalho o mais confortável possível. Ainda não montei totalmente o escritório que eu quero, porém, já adquiri várias coisas que são muito úteis na minha vida profissional, e é sobre elas que vou falar hoje!

O que eu tenho no meu escritório?

Depois de estar um ano trabalhando de casa mais ou menos, percebi o quanto é importante uma boa cadeira. Percebi que minha postura estava ficando cada dia pior e que eu ficava muito de mau jeito boa parte do meu dia justamente porque não tinha uma boa cadeira. Então quando decidi comprar uma cadeira, confesso que não me atentei tanto ao preço, preferi investir um pouco mais para ficar confortável.

Acabei comprando uma cadeira de “presidente” que eu achei maravilhosa! Confesso que fiquei pelo menos uma semana pesquisando os mais diversos tipos de cadeiras até me decidir. Acabei optando por essa e não me arrependi.

Você pode comprar essa cadeira em: Magazine Luiza | AmazonShoptime | Americanas | Submarino

Além de uma cadeira muito boa, é necessário também uma escrivaninha, certo? No meu caso, não comprei nenhuma, o meu escritório será mais no estilo faça-você-mesmo, mas vou colocar alguns exemplos que vocês podem adquirir, caso ainda não tenham em casa.

Você pode comprar essa escrivaninha em: Magazine Luiza | AmazonShoptime | Americanas | Submarino

 

 

 

 

 

 

 

Você pode comprar essa escrivaninha em: Magazine Luiza | Shoptime | Americanas | Submarino

 

 

 

 

 

 

 

 

Você pode comprar essa escrivaninha em: Magazine Luiza | AmazonShoptime | Americanas | Submarino

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Outro item que comprei no início desse ano, que tem quebrado bastante o meu galho foi uma impressora! A Impressora ao contrário da cadeira, fiquei pelo menos dois meses olhando modelos, analisando preços, acompanhando preços, e vendo qual seria o melhor custo x benefício (pelo menos para mim). E o modelo que eu comprei foi: Epson 3110. Também não me arrependi da compra e já usei bastante.

 

Você pode comprar essa impressora em: Magazine Luiza | AmazonShoptime | Americanas | Submarino

 

 

 

 

 

 

 

Na minha opinião, com esses três itens, você já vai transformar o seu Home Office! Ficará mais fácil e confortável trabalhar em casa, ainda mais se você conseguir montar seu escritório em um local tranquilo da casa.

Resolvi fazer essa postagem porque já ouvi de vários amigos que, após essa pandemia passar e a quarentena acabar, suas empresas vão adotar o estilo Home Office para alguns departamentos. Outras, vão adotar períodos de trabalho em casa (exemplo: 3 dias no escritório e 2 em casa), por isso, é importante mostrar produtividade nesse momento. Percebo que algumas pessoas estão agindo como se estivessem de férias, quando não deveriam. Se você está gostando de trabalhar em casa, considera que está sendo produtivo, se você realmente demonstrar isso em ações, quem sabe seu chefe não libere você para fazer isso também mais pra frente? Um dos empresários mais conhecido do Brasil, João Appolinário, já falou em entrevista recente que irá adotar esse tipo de trabalho em alguns setores. Leia a entrevista completa aqui. Então saiba aproveitar a possível oportunidade.

Se cuidem e se puderem, fiquem em casa 🙂

 

Aproveito para avisar que se você fizer a compra em qualquer um desses links, você nos ajuda a manter o site :

Dicas para economizar: CupomValido.com.br

Olá, pessoas, como estão?

Vocês sabem que eu adoro falar sobre educação financeira, mercado financeiro, investimentos e afins, não é mesmo? Mas para que a gente consiga investir nosso rico dinheirinho todos os meses, precisamos fazer economias no nosso dia-a-dia. E é sobre isso que vamos falar hoje: como economizar em compras online.

Vamos falar sobre o site Cupom Válido (clique aqui para acessar).

Eu já citei ele anteriormente aqui no site, na postagem que eu falei sobre o passeio que fiz para os Studios da Warner em Londres, então talvez alguns de vocês se lembrem.

Bom, quando você acessa o site é essa página que vai abrir. Logo de cara nós já podemos ver que eles são parceiros de várias lojas grandes como: Amazon, Americanas, Submarino, Posthaus, Hering (propaganda de duas empresas da minha cidade, será?! rsrs) e muitas outras.
Para dar um exemplo de como funciona, escolhi as lojas da Melissa e Magazine Luiza. Porque sou acionista e torço para o crescimento das lojas hahaha. Brincadeiras à parte, vamos ao que interessa:
Escolha sua loja e abrirá essa página:

Como conseguir cupom de desconto da loja Melissa

  •  Entrar no site do Cupom Valido clique aqui
  •  Vai aparecer uma lista com diversos cupons, você escolhe aquele que esteja de acordo com as suas necessidades.
  •  Copie o cupom que aparece nessa página:
  • Clique no botão “Clique para ver o cupom” , copie e clique em “ir para a loja”
  • Depois de colocar todos os produtos que você deseja no carrinho, finalize a compra e coloque o cupom na área destinada para vales e/ou cupons.
  • Desconto concedido com sucesso! 🙂
Nessa página de descontos do Magazine Luiza vocês podem observar que cada cupom é destinado para uma categoria do site:
Ou seja, se você pegar o cupom destinado a 35% de desconto em notebooks, não adianta tentar comprar um bicicleta, por exemplo. Cada cupom é válido apenas para as ofertas as quais eles são destinados, então fique de olho nisso!
Além de escolher os próprios cupons no site, você também pode cadastrar seu e-mail e receber novos cupons no seu email. Eu por exemplo, sou cadastrada a 2 anos e sempre que preciso comprar alguma coisa, dou uma olhadinha no site.

 

Então sempre lembrem-se de acessar o Cupomvalido.com.br antes de qualquer compra.
Espero que tenham gostado da dica de hoje!
Beijos

Curso de Renda Variável: Mira na Independência

Olá, pessoas, como estão? Vamos falar um pouco sobre investimentos?

Em maio do ano passado fiz uma postagem falando sobre um curso que eu ia começar, que era mais voltado para Renda Variável (ou seja, mercado de ações, Fiis, etc). E hoje, 6 meses depois, resolvi falar novamente porque o Professor Mira abriu uma nova turma, que vai começar agora em fevereiro. Essa será a última turma de mentoria dele, pois depois ele pretende se dedicar à outros projetos.

Como aluna da primeira turma, agora tenho o prazer de realmente afirmar: não existe NADA igual no mercado. Já fiz outros cursos de finanças e nenhum chega aos pés desse. O Mira te pega pela mão e te ajuda a construir a sua independência financeira dentro dos seus objetivos e melhor ainda: dentro das suas limitações financeiras!

A mentoria tem tanto conteúdo que eu ainda nem consegui dar conta de tudo! Mas mesmo sem conseguir assistir todas as aulas (mas já fiz 70% do curso), tive uma ótima performance da minha carteira ano passado, chegando a quase 36% no ano e 9,94% no mês de dezembro! E agora tenho  muita alegria e confiança em dizer que 95% do meu dinheiro está alocado em Renda Variável e isso me deixa muito mais confortável do que quando ela estava em Renda Fixa (aliás, você sabia que a Renda Fixa morreu né? pelo menos enquanto a taxa Selic estiver em 5% a.a., seu dinheiro estará rendendo negativamente! E isso vale principalmente para a poupança).

Enfim, vamos falar da mentoria?

Essa é a segunda turma do curso do Eduardo Mira, e última turma. O curso vai abordar desde renda fixa até renda variável, mas com foco maior na especialidade do Mira que é a renda variável. Para quem não conhece o Mira, ele tem larga experiencia na área de investimentos, trabalhou em banco e corretora de valores, além de ser Analista CNPI (aquela pessoa que pode falar compra a ação X, vende a ação Y…)

O curso vai abordar:

Mentoria completa, do básico ao avançado. Distribuída em 10 módulos, para que qualquer pessoa esteja altamente capacitada a atingir sua independência financeira.

Conteúdo:

Módulo 1- Educação financeira e finanças pessoais

– Receita, despesas e fluxo de caixa

– Renda passiva x renda ativa

– Independência financeira x liberdade financeira

– Medidor de Independência financeira (Planilha do Mira)

Módulo 2 – Indicadores econômicos, política econômica e sistema financeiro

– Sistema financeiro nacional

– Indicadores (Selic, IPCA, IGP-M, CDI, e etc.)

– Política Econômica

– Política monetária

– Lavagem de Dinheiro

– Riscos e métricas de risco

Módulo 3 – Matemática e estatística básica

– Juros simples e compostos

– Média, moda e mediana

– Variância

– Desvio Padrão

– Correlação

– Distribuição normal

Módulo 4 – Renda Fixa

– Conceitos de Renda Fixa

– Ativos de renda fixa

– Conceitos de Fundo de Investimento

– Conceitos de Fundo de Investimento

– Renda fixa privada

– COE

– Montando uma carteira de renda fixa com investimentos reais.

Módulo 5 – Renda Variável

– Introdução a renda variável

– Negociação em renda variável

– Ativos de renda Variável

– Derivativos

– Fundos imobiliários

– Montando uma carteira de FII

Módulo 6 – Análise técnica

– Teoria de Dow

– Elliott

– Fibonacci

– Padrões de candle

Módulo 7 – Análise fundamentalista

– Macro economia

– Micro economia

– Análise de empresas

– Indicadores fundamentalistas

Módulo 8 – Setups e estratégias

– Setups de análise gráfica

– Estratégias de análise fundamentalista

Módulo 9 – Criação e gestão de independência financeira.

– Ativos geradora de renda recorrente

– Carteira x patrimônio x objetivos

– Gestão de Riscos

– Proteção da carteira

– Gestão de objetivos e resultados

Módulo 10 – Tópicos especiais

– Imposto de Renda

– Trade no Tesouro Direto

– Trade em Opções

– Mercado Americano, Forex e Criptomoedas

 

VANTAGENS

Essa é uma MENTORIA, não é um simples curso on-line, são mais de 120 horas de vídeo, mas as aulas em vídeo são só uma parte do conteúdo, a interação nos grupos, o tira dúvidas pelo Telegram e os exercícios são uma parte fundamental e talvez mais importante que os vídeos. Eu vou interagir pessoalmente com os alunos, pra que todos possam aprender!

✓ Mais de 10 aulas extras com diversos professores especialistas nos temas abordados

✓Ferramentas exclusivas de finanças pessoais, controle de investimentos e criação de independência financeira (desenvolvidas por mim e que só os meus alunos tem acesso).

✓Grupo para troca de experiências no Telegram, com a participação e as informações do robô (Mirabot).

✓Um número de celular meu novo e exclusivo para interação no grupo de alunos.

✓Certificado de conclusão com carga horária

Super recomendo! 🙂

Uma parte do nossa turma linda no encontro que fizemos em SP em outubro do ano passado

Foto: Nader El Kadri

O curso estará disponível para venda até início de fevereiro.

Duração de 6 meses.

Investimento: R$2.750,00, parcelados em 12x sem juros.

O link para compra do curso é: https://hotm.art/jEnhcAe

 

Bons estudos! 🙂

Resenha: Blink: a decisão num piscar de olhos

Olá, pessoas! Como estão?

Como comentei esses dias, vou postar sempre que considerar que tenho algo legal para compartilhar. Hoje vou fazer a resenha do Livro Blink.

 

O doutorado mal começou a e carga de leitura também. Inicialmente tenho três livros para ler e resenhar para a disciplina de Análise Decisória de Multicritério. Os livros não são relacionados ao doutorado, a ideia do professor é nos fazer expandir os horizontes e fazer leitura que fujam do nosso campo de estudo atual. Eu superconcordo com ele.

Comecei pelo primeiro livro, que se chama Blink: a decisão num piscar de olhos.

No livro, o autor Malcolm Gladwell traz a ideia de que devemos tomar nossas decisões de forma rápida, sem pensar muito, pois as decisões tomadas por meio da nossa intuição (ou por meio do nosso inconsciente) tendem a ser mais assertivas.

O autor afirma que é muito mais fácil para as pessoas tomarem decisões de forma mais rápida quando elas já possuem experiência (relacionada ao tema da tomada de decisão), porque com a experiência fica mais fácil de reconhecer os sinais que não estão presentes, como por exemplo:

Durante a narrativa ele mostra diversos estudos que demonstraram o porquê a arte de “fatiar fino” é mais interessante a ser seguida do que o fato de pararmos e pensarmos mais sobre o assunto. Ele aborda assuntos diversos, entre eles o de uma estátua da Antiga Grécia que após meses de investigações e estudo foi reconhecida como original, mas quando avaliada de forma rápida por especialistas se mostrava estranha e pouco convincente. Posteriormente descobriram que realmente não se passava de uma réplica “muito bem-feita”. Mas especialistas não tinham passado meses a fio verificando realmente se a obra era original? Tinham, mas se enganaram.

Baseado nessa e diversas outras histórias o autor nos mostra o porquê devemos considerar sempre a nossa primeira impressão acerca de diversos assuntos e para tomar diversas decisões. Esse é um dos pontos demonstrados no livro, o de nos convencer que nossas primeiras decisões são mais assertivas do que quando tomamos decisões de forma ponderada.

Mas ao mesmo tempo, o autor também nos mostra alguns estudos e situações onde devemos considerar um pouco nossas decisões, ou seja, quando precisamos confiar em nossos instintos? O quanto precisamos nos precaver em relação a essas tomadas de decisão precipitadas?

Por fim, ele encerra o livro contando diversos fatos, principalmente relacionados à polícia dos Estados Unidos, demonstrando “na prática” que é possível controlar nossas primeiras impressões e principalmente, que é possível que elas sejam aperfeiçoadas, para que quando estamos em um momento de tensão e estresse, nosso cérebro comece a pensar ao mesmo tempo de forma cautelosa mas também de forma rápida.

Dentre as várias histórias, também é relevante ressaltar algumas passagens do livro que o autor fala sobre quando a intuições é utilizada em forma de preconceito (o que não pode acontecer). Dentre as histórias que ilustram essa etapa, estão a de audições que eram feitas para Filarmônicas e Orquestras, onde muitas vezes os juízes se deixavam levar pelo preconceito em relação ao sexo ou aparência das pessoas. Tanto que a partir do momento que essas audições começaram a ser realizadas “às cegas”, o número de mulheres nas ‘bandas’ aumentou consideravelmente.

 

Confesso que achei o livro um pouco cansativo, apesar de ser uma leitura relativamente curta. Mas ao mesmo tempo possui passagens interessantíssimas, principalmente as relacionadas a diversos estudos acadêmicos voltados para o lado da psicologia humana.

Alguns anos após o lançamento desse livro, o autor Michael Legaut lançou um livro “em resposta” ao Blink, chamado Think: por que não tomar decisões num piscar de olhos. Essa é a minha leitura do momento. Quando finalizar trago para vocês tanto a resenha do livro, quanto a minha opinião acerca de ambas as obras (quando lidas em conjunto).

 

Espero que gostem. Recomendo a leitura para quem gosta desse tipo de livro.

Me ajude a manter o blog comprando o livro pelos meus links:

Amazon | Americanas | Submarino

Beijos