Olá, pessoas! Como estão?

Peço mil desculpas por ter sumido nas últimas duas semanas. Voltei a trabalhar no início do mês depois de terminar a recuperação da cirurgia, e estou mais atolada de coisas pra fazer do que eu esperava. Com isso não consegui parar para escrever 🙁 vou tentar me organizar mais e evitar que isso aconteça novamente.

Então hoje encerro as resenhas da Série Fazendo meu Filme, da Paula Pimenta, com o quarto livro: Fani em busca do final feliz.

Você pode ler a resenha do primeiro livro aqui, do segundo aqui e do terceiro aqui.

resenha-fazendo-meu-filme-4-fani-em-busca-do-final-feliz

Depois de toda a reviravolta no relacionamento de Fani e Leo, para fugir do sofrimento e de correr o risco de encontrar e lembrar dele em todos os cantos de Belo Horizonte, Fani decide aceitar a bolsa de estudos que Christian conseguiu para que ela estudasse Cinema em Los Angeles.

Cinco anos depois Fani se tornou cineastra e está terminando sua Pós Graduação em trilha sonora, sua vida está indo cada vez melhor nos Estados Unidos e as sombras do passado voltam cada vez com menos frequência. Mas ainda estão li, cutucando seus pensamentos vez ou outra.

Fani está namorando com Jeff, o dono da produtora de vídeo onde ela trabalha, porém o namoro é mais coisa da cabeça dele do que de fato uma realidade. Antes de trabalhar para Jeff ela fez estágio na Warner Bros.

Quando se mudou para Los Angeles Fani foi morar com sua irmã inglesa Tracy, mas alguns anos depois ela foi morar com seu namorado e Ana Elise, sua amiga de Brasília mas que também conheceu na Inglaterra ocupou o outro quarto da casa. Tracy, Christian, Ana, Fani e Alejandro se tornaram grandes amigos e inseparáveis.

Fani fez seu primeiro filme para o trabalho de conclusão da faculdade, que na verdade era um curta metragem. Seus professores gostaram tanto do roteiro que sugeriram que ela fizesse uma pós graduação para poder renovar seu visto e transformar o curta em longa. O filme de sua vida é inscrito em um festival de cinema e Fani foi uma das finalistas.

Mal sabe ela que sua vida está próxima de virar totalmente do avesso novamente.

Gente, eu me apaixonei por esse livro! Com toda certeza foi o meu preferido. Confesso que o fato de a Fani quase ter desistido de uma bolsa de Estudos nos EUA por causa do Leo me causou um pouco de raiva hahaha, mas eu achei sensacional. Fiquei morrendo de vontade de conhecer Los Angeles. O livro é todo bonitinho e podemos perceber o amadurecimento da personagem nesses anos que passaram. Super recomendo a leitura!

Frases do livro:

Rafiki: O passado pode machucar. Mas da forma como eu vejo, você pode ou correr dele ou aprender com ele. (O Rei Leão)

Enquanto eu caminhava para lá, fiquei tentando enxergar aquele aeroporto, aonde eu ia tanto, com os mesmo olhos da primeira vez. Eu já o havia considerado tão grande… Mas agora o mundo estava maior. Ou, talvez, não tenha sido ele o único a crescer. O crescimento maior certamente havia se dado em mim.

A vida aos poucos nos leva, sem pedir permissão, para longe de quem gostamos… Outras pessoas aparecem, o tempo fica cada vez mais curto – pois arrumamos cada vez mais tarefas -, e, de repente, percebemos que aquela pessoa ficou no passado…

Que bobagem! É obvio que eu nunca vou te esquecer. Mas pelo menos já consigo pensar em você sem ter vontade de arrancar o coração do peito. Acho que eu cheguei a um ponto bom. Em vez de tristeza eu começo a sentir saudade.

O amor mora dentro de você, e não fora! Cabe a você permitir que alguém o acenda!”

Gusteau: Você tem que ter imaginação e coração forte. Tentar coisas que podem não funcionar. E não pode deixar ninguém definir seus limites. Seu único limite é a sua alma. (Ratatouille)

Mão de gancho: Vá, viva o seu sonho!

Flynn Rider: Eu irei. (Enrolados)

Über-Morlock: Todos nós temos nossas maquinas do tempo, não é? Aquelas que nos levam de volta são as lembranças. E aquelas que nos impulsionam adiante são os sonhos. (A máquina do tempo).

Ele deu um sorrisinho, se levantou, e falou: “No pierdas tiempo. Besos primeiro, conversa depois. Quando duas personas pensam demais, no sobra espaço para La ação”, e em seguida se afastou.

 

Você pode comprar o livro nos sites:

Se preferir, você pode comprar o box completo nos sites:

Resenha: Fazendo meu filme 4 – Fani em busca do final feliz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *