Olá, pessoas! Todos bem? Por aqui tudo bem, passei a tarde no hospital fazendo raio X, tirando os pontos da cirurgia e falando com o médico. Está tudo indo superbem com a cicatrização.

Já estou quase terminando de ler a série Feios e hoje vou fazer a resenha do primeiro livro, com o mesmo título.

feios-scott-weterfeld

Feios conta a história de Tally YoungBlood, e ela é uma feia. O livro é uma ficção que se passa alguns séculos na frente da nossa atual era, segundo as aulas de história que ela tem na escola, nós conseguimos destruir o planeta com uma bactéria que consumia tudo que tinha petróleo, além de ter destruído florestas e tudo o mais (nenhuma mentira né? kkkk), porém somos chamados de Enferrujados. Por causa de toda a destruição em massa feita nos tempos dos Enferrujados essa nova população achou um jeito de conter toda essa raiva e sentimentos de destruição das pessoas transformando-os em Perfeitos.

Tally mora na Vila Feia, uma das mini cidades do “mundo” dela. O sonho de Tally é se tornar perfeita. Na Vila Feia todos os adolescentes ficam “aprisionados” até completarem 16 anos, quando se tornam perfeitos. O sonho de toda criança é se tornar perfeito e Tally não é uma exceção. Ela conta os dias para o grande dia, principalmente depois que seu melhor amigo Peris virou perfeito, 3 meses antes de ela passar pela operação.

Enquanto fica “abandonada” na Vila Feia, Tally passa vários e vários dias admirando Nova Perfeição, a cidade onde vivem os novos Perfeitos. Até que um dia, cansada do “silêncio” de Peris, ela resolve fazer uma visita ao melhor amigo durante a noite e acaba sendo penetra em uma das várias festas que acontecem diariamente na cidade. O problema é que os Feios são proibidos de entrar em Nova Perfeição, e ela teve que tomar todo cuidado para não ser descoberta.

Ela e Peris sempre iam até a cidade antes de ele passar pela operação para ficar admirando os perfeitos, mas até então ela nunca havia ido tão longe dentro da cidade, ainda mais sozinha, muito menos invadido uma festa. Tally consegue encontrar Peris, o qual estava totalmente diferente de como ela lembrava e consegue conversar um pouco com seu amigo. Mas percebe que tem algo diferente nele, apesar de ainda ser a mesma pessoa mas com um rosto diferente, algo dentro dele havia mudado.

Peris faz Tally prometer que iria se comportar a partir daquele dia para que ela não corresse riscos de ser pega aprontando, pois isso poderia causar algum problema à ela e poderia prejudicar a sua transformação. Ela promete que irá se comportar e sai da festa em grande estilo deixando todos os presentes se perguntando quem era aquela criatura que teve a audácia de entrar como penetra numa festa de gala, vestindo o uniforme da Vila Feia e ainda por cima uma máscara de porco.

Quando estava retornando para Vila Feia, escondida novamente para não ser pega, Tally acaba conhecendo Shay, uma menina também de 15 anos que adora aprontar, exatamente como Tally. As duas vão se aproximando a cada dia  e descobrem até que fazem aniversário no mesmo dia, ou seja, iriam virar perfeitas juntas.

Mas como nem tudo são flores, né? hahaha, uma semana antes de virarem perfeitas, Shay faz uma visita ao quarto de Tally, após passarem uma semana sem se falar por causa de uma briga, e revela a Tally que está fugindo, vai em busca de antigos amigos que haviam fugido meses antes para uma “nova” civilização, intitulada Fumaça. O sonho de Tally sempre foi se tornar perfeita e não quis ir com a amiga. Mal sabia ela que essa decisão mudaria totalmente o rumo da sua vida.

Chega o grande dia e Tally não aguento mais esperar para finalmente virar Perfeita, mas ao chegar no hospital ela descobre que não poderá fazer a operação até que diga para onde sua amiga Shay fugiu. A partir daí ela passa por poucas e boas em busca da Fumaça para poder encontrar Shay, levá-la de volta à Nova Perfeição e finalmente se tornar perfeita.

Bom, qualquer coisa a mais que eu diga já vai ser considerada spoiler, então vou parar por aqui hehehe. Já estou terminando de ler a série e agora depois de estar quase na metade do último livro consigo ter uma opinião mais concreta sobre a série.

Eu gostei do primeiro livro, mas algumas partes achei um pouco maçantes demais e fizeram com que a leitura não fluísse tanto. Mas confesso que esperava um pouco mais. Tinha vontade de ler essa série desde a época que a minha irmã comprou, acho que uns 5 anos atrás, mas sempre acabava passando outras leituras na frente e acho que estou um pouco decepcionada e esperava mais.

Enfim, de qualquer forma, ainda acho a trama interessante. Pois é totalmente diferente de tudo que já li. E vocês, já leram? 🙂

 

Gostou? Você pode comprar o livro nos sites:

Amazon

Submarino

Americanas

Saraiva

 

Beijos

Resenha: Feios
Classificado como:                                        

6 ideias sobre “Resenha: Feios

  • 5 de Fevereiro de 2016 em 16:29
    Permalink

    Já li sim. E achei muito bom, mas infelizmente ainda não li os outros. Acho que foi uma das melhores sagas que já li, uma pena que você não gostou.
    Acho que isso aconteceu porque você quis muito ler e acabava adiando. Nessa “adiação” suas expectativas sobre o livro aumentaram e quando aumentamos nossa expectativa é muito perigoso porque a chance de nos decepcionarmos é grande. Aí quando você leu não foi o que você achou que era.
    Mas olhando pelo lado bom você continua interessada na história!
    Beijo,
    paraisodemenina.blogspot.com

    Resposta
    • 9 de Fevereiro de 2016 em 13:37
      Permalink

      Não na verdade, porque eu queria ler a bastante tempo mas nunca fiquei frustrada por não dar tempo de ler eles ou qualquer coisa do genero.
      Acho que talvez se eu tivesse lido antes tivesse gostado mais por causa da idade mesmo, sei lá kkkk.
      Mas gostei bastante do último livro.

      Beijos

      Resposta
  • 6 de Fevereiro de 2016 em 19:33
    Permalink

    Oi Camila, pareceu interessante a história, mas procurando evitar livros com mais de quatrocentas páginas, quero ler livros mais curtinhos, apesar que os que eu tenho anotado serem acho que cheios de páginas, só que não sei se vou comprar livros este mês, talvez um, dois, sei lá. Beijos.

    Resposta
    • 9 de Fevereiro de 2016 em 13:38
      Permalink

      Acho que o número de páginas não deveria influenciar.
      Se o livro é bom, a gente nem percebe se ele tem 100, 200 ou 600 páginas, porque a leitura flui rapido 🙂
      beijo

      Resposta
  • Pingback: Resenha: Perfeitos | Apenas Imagine

  • Pingback: Resenha: Especiais - Apenas Imagine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *