Olá, pessoas, como estão? Por aqui tudo bem.
Nessa minha fase “não tenho nada para fazer” tenho assistido várias séries e filmes legais, então resolvi compartilhar com vocês a última série que assisti: Fuller House.

fuller-house-netflix-2016

Fuller House foi uma série que fez bastante sucesso nos anos 80 e 90, conhecida como Três é Demais. E esse ano a Netflix lançou um revival da série e ela acontece nos anos atuais, 29 anos depois.
Eu não assisti nenhuma das 8 temporadas dos anos 80-90 então não posso opinar sobre os episódios daquela época, mas resolvi assistir a nova mesmo sem ter conhecimento da antiga porque quando vi o trailer no Facebook imaginei que seria bem divertida e cara, é muito legal!

Sinopse: Anos depois do desfecho da oitava temporada, D.J. Tanner (Candace Cameron-Bure) está agora vivendo em San Francisco, recém-viúva. Sua irmã mais jovem Stephanie Tanner (Jodie Sweetin), que agora tornou-se uma aspirante a música, e a sua melhor amiga Kimmy Gibbler (Andrea Barber), que tornou-se uma mãe solteira, mudam-se para a casa de D.J, com o objetivo de ajudá-la a criar o bebê recém-nascido e também os seus dois filhos mais velhos: o rebelde J.D., de 12 anos, e o neurótico Max, de 7 anos. Além disso, a filha adolescente de Kimmy, a determinada Ramona, também conviverá com a nova geração da família Tanner.

Essa primeira temporada é “padrão” Netflix, com 13 episódios e eles são supercurtinhos, cada um tem em média 25-35 minutos, ou seja, se quiser podemos ver em 1 dia. No caso eu assisti em uma noite e meia tarde heheh.
Gostei muito porque mesmo sem assistir as 8 temporadas passadas, ainda é possível entender, até porque os acontecimentos de agora são baseados no ano atual, e quando há referencias passadas eles dão uma forcinha com cenas antigas e isso eu achei muito bacana.
Os diálogos são muito divertidos e arrancam ótimas risadas. Por isso gostei bastante, ela é bem divertida, vale muito a pena.
Dei uma pesquisada por cima para saber um pouco mais sobre a história antiga e pelo que vi, grande parte do elenco continua o mesmo, aparentemente só alguns personagens foram “excluídos”. Mas não fui a fundo para saber o porque.
Os episódios basicamente mostram o dia-a-dia da de D.J Tanner e seus filhos Jackson, Max e Tommy, sua irmã Stephanie e sua melhor amiga Kimmy. E no meio de tudo isso muita confusão, diversão e risadas.
Quem está com tempinho sobrando e não sabe o que assistir, recomendo passar umas horinhas dando risada com Fuller House.

Gostei bastante e espero que a próxima temporada seja tão divertida quanto essa.
E vocês, já assistiram? Gostaram?

Beijos

Série: Fuller House (1ª Temporada)
Classificado como:                                            

3 ideias sobre “Série: Fuller House (1ª Temporada)

  • 7 de março de 2016 em 16:11
    Permalink

    Oi Camila, em época de leitura, nem série nem filmes, mas li um livro sensacional, Os Impostores, do Chris Pavone, e vim hoje ao computador tentando ver se tinha saído o filme, nem sei se virá como filme, mas aqui estou.
    Beijos, Mauro

    Resposta
  • 13 de março de 2016 em 11:27
    Permalink

    Estou mega ansiosa pra assistir. Eu ainda amo Full House e sempre que tá passando e eu estou com tempo assisto. Relembrar a infância é ótimo.
    Vi o trailer e pretendo começar ainda essa semana <3
    Bjss

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *